segunda-feira, 21 de junho de 2010

O drama do banheiro público feminino (e como acabar com ele)

Pessoas, 


de tempos em tempos surge na minha frente alguma idéia ou artefato que promete acabar com o drama do uso do banheiro público pelas meninas. São saquinhos de plásticos que envolvem o vaso, funis de vários materiais e formas ou posições que prometem um momento menos traumático entre uma cerveja e outra naquela botecão bacana ou num banheiro químico de show.


Momento traumático? Sim, meninos, traumático. Porque mijar em meia posição, nem sentado, nem em pé, é muito difícil. Pense que o vaso que não serve pra ser sentado, não serve nem mesmo pra ser encostado, de tão 'remijado' que está. Daí a menina chega, tem que manter uma distância de segurança do vaso, dependendo da roupa tem que segurar pra cima ou pra baixo (pra não deixar cair, afinal se o vaso tá todo molhado, o chão em volta também, e a chance da barra da roupa sujar é grande). Com as mãos ocupadas, faz aquela posição básica de agachamento de academia, sente os músculos da coxa trabalharem pra manter o equilíbrio e ainda tem que relaxar pro xixi sair. Junte tudo isso aos efeitos do álcool.

Quando o xixi finalmente resolver vir, nem sempre ele sai reto, direto no vaso. Pelo contrário, a maioria das vezes sai torto, e a prova disso são todos os respingos e a imundice que domina o banheiro depois de algum tempo. Sem falar quando escorre na coxa, e como a garota tá toda travada, segurando roupa, em posição de desvantagem, já era. Deixa essa merda escorrer.

Daí surgem as opções. O ProAssento é um saco em forma de assento. Antes de usar o banheiro, você forra o assento com o plástico e pode mijar relaxadamente. Custa por volta de R$ 1,50 a unidade, comprada no varejo. Por uma mijada é caro, mas dependendo da freqüência de vezes que você o usará, vale a pena ter um ou outro na bolsa.

Os funis tem por objetivo fazer com que você mije em pé, eu acredito. Porque se for pra mijar em meia posição, além de tudo que descrevi acima, ainda teria que segurar o funil. Dificulta, né? Então, pega o funil posiciona na direção do jato e xixi e vai. De pé, como os meninos. Mas, e a roupa? Porque os meninos tem o órgão mijador bem na frente, e pra fora. Nas meninas, o órgão mijador é meio escondido e pra baixo. Isso significa que o menino abre ali o zíper e resolve o problema. A menina terá que tirar a roupa, ou levantar a saia, ou abaixar as calças, e aí começa a dificuldade toda.... segurar a roupa, o funil e aprender a mija de pé. O funil de papelão saí por uns R$ 15,00 o pacote com 12 unidades, e o funil de silicone uns R$ 30,00. Agora, pensa, você usa o funil de silicone, e depois ainda tem que lavar esse treco e guardar. Não me convenceu.


Em vista disso tudo, eu tenho uma sugestão pras pessoas do sexo feminino: sentem! Isso mesmo!!! Se todas as meninas sentassem no assento do vaso sanitário, desde a primeira que o usa até a última da festa, o assento nunca estaria sujo. E nem o chão. E o fedor de xixi não se espalharia pelo ambiente. Enfim, o banheiro estaria sempre normal. Porque o xixi cairia no lugar certo, que é o fundo do vaso, a descarga faria o trabalho dela e pronto.

E não, ninguém pega doença porque se sentou no mesmo local que outra pessoa. A parte em contato comum será a parte posterior da coxa (que é o que encosta no vaso, certo?) e não suas partes íntimas. Acreditar nisso seria o mesmo que achar que um abraço, um aperto de mão ou tocar em alguém pode corriqueiramente trazer doenças.

Eu acho que achei a solução mais adequada. O que acham?

Beijocas. Vanessa

21 comentários:

  1. Cara, apesar de eu, como homem, sofrer muito menos desses problemas aí que você, já que o meu mijador está para frente e para fora, acho complicado implementar a idéia do "senta logo e relaxa".
    Digo isso porque, quando é para fazer o nº 2, a gente também tem que sentar. E a idéia de sentar em um ambiente que, por mais limpo que esteja, você imagina (mesmo que remotamente) que já esteve todo mijado, cagado, vomitado e tal é punk. Mesmo que o contato seja com a pele íntegra. Porque é aquele negócio: quando o dejeto é seu, tudo bem, você o conhece, sabe de onde veio etc. Mas quando é dos outros...

    Quanto ao funil de silicone, é bem caro, hein?!? E a idéia de ser reutilizável também é bem escrota. Onde é que você vai lavar esse troço em um banheiro químico? E pra guardar? Bleargh...

    ResponderExcluir
  2. Gustavo, a campanha é justamente pra que o local nunca esteja vomitado, cagado e mijado. A campanha é para todo mundo sentar, e dessa forma, todos os dejetos caiam em seus devidos lugares, entendeu?

    ResponderExcluir
  3. há ainda um ponto dificultoso pra nós mulheres: a bolsa. nem sempre no banheiro tem ganchinho pra pendurá-la e a gente fica lá, pendura no pescoço, quase quebra o pescoço e, ainda por cima, tem de fazer toda aquela acrobacia que já foi comentada acima.

    ganchos em TODOS os banheiros. djá!

    ResponderExcluir
  4. Entendo perfeitamente. O problema é que sempre haverá a dúvida. Sempre poderá haver aquela gotinha furtiva e derradeira que você só percebe depois de sentar e sentir a umidade na pele (eeeeecaaaaa!!!!).

    ResponderExcluir
  5. entre escolher a paradinha de silicone é melhor levar um pinico logo, né não? Fala sério!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Gostei! Vou aderir, se a pessoa que for antes de mim também tiver aderido!
    Vim aqui porque você deixou um post no meu blog, sobre as Westvleteren. Seguinte: no bar que tem na St. Sixtus, a abadia, você não precisa reservar pra ir mas, se quiser comprar garrafas pra trazer com você, tem sim! E é bem difícil: você tem que entrar no site e seguir a agenda deles até eles abrirem uma janela de agendamento. Tomara que tenha na época que você for pra lá. Mas já começa a ver agora, porque não dá pra agendar de uma semana pra outra... ;)
    De qualquer forma, obrigada pela visita! Boa viagem e boa sorte! Vou te acompanhar por aqui, ok!?
    Beijão

    Gabi
    Empório Biergarten

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabi! Beleza?
    Que bom que veio me visitar :)
    Então, já tem uma tabelinha de horários lá no site da St. Sixtus, mas não chegou ainda nos dias em que estarei por lá. Porém, li que as reservas tem que ser feitas pelo telefone, né? É que é super difícil fazer isso. Então, não sei se vai rolar....Será que eles falam inglês, pelo menos?
    De qualquer forma, tô mega-empolgada só de ir conhecer o bar!
    Beijocas e obrigada mesmo pelas dicas. Parabéns pelo site. E por gostar de cerveja.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada, obrigada, Lulu :)
    Vamos firmes que a campanha emplaca...heheheheh

    ResponderExcluir
  9. vi o comentário que vc deixou num post antigo do meu blog, sobre "por que as meninas demoram tanto no banheiro?". realmente, deve ser por essa dificuldade toda né.. eu tenho o maior nojão desses negócios de silicone, já passa um filme na minha cabeça de um guarda me parando no trânsito, revistando a minha bolsa e encontrando o negócio todo mijado!! aí eu vou explicar que lavou, tá novo? eca!!!
    eu sou a favor de todo mundo sentar também.. facilitaria muito a vida de todos. e já que é pra pedir, eu queria sempre um papel higiênico macio e ganchinho pra bolsa também!

    ResponderExcluir
  10. Oi Larissa! Pois é, o gancho da bolsa é fundamental, e acabei me esquecendo desse detalhe no post.
    Beijocas!
    Vanessa

    ResponderExcluir
  11. Olha, eu tive uma doença qualquer (nem lembro qual, tinha uns 4 anos, recém tinha entrado na escolinha) que me fez tomar injeção por semanas sem fim, e o pediatra disse que foi por sentar no vaso. Nunca mais, nunca mais mesmo. Ele até podia estar enganado, mas eu traumatizei.

    ResponderExcluir
  12. Ca-ra-co-les! Nem presse médico dizer que era uma virose....rs.
    Putz, falando sério, mas será? É o primeiro caso que vejo. Acho que se tivesse no seu lugar, também não sentaria nunca mais.

    ResponderExcluir
  13. Bom, como especialista em problemas miccionais, posso dizer que, o esvaziamento da bexiga ainda não acontece de forma plena qdo não sentamos no vaso, consequentemente, o resíduo miccional aumenta e as chances de vc desenvolver uma infecção urinária são maiores. Portanto Van, vc está apoiadíssima!! Para as meninas que não querem sentar de forma alguma, pelo menos levantem a tampa do vaso e dêem direito das próximas sentarem. Nem levantar a tampa pra fazer xixi em pé, é o fim!!! Até os homens levantam...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  14. Aline, valeu pela contribuição científica :)
    Excelente a dica da tampa do vaso.
    Saudades e bjos!

    ResponderExcluir
  15. É super simples, quando estiver com vontade de fazer xixi vá pra casa! Eu tenho sérias dificuldades com esse assunto de mijar fora de casa. Super interessante o silicone mas caro e reciclável (WTF?). Quem vai fazer xixi e limpar um potetor de pernas/bunda/roupa na pia do banheiro e depois socar na bolsa?

    ResponderExcluir
  16. Eu até sento, se o vaso estiver em condições de ser sentado e se me provarem por a+b que realmente não há perigo algum de se contrair alguma doença com isso.

    ResponderExcluir
  17. Eu apoio. Com exceção de banheiros com respingos evidentes, vale a pena sentar. Odeio quando tem aquele protetor bonitinho e vc coloca e senta e vem a gotinha maldita da nojenta que insiste em fazer de pé com a tábua baixa...

    ResponderExcluir
  18. Com um estiramento muscular na coxa, não havia jeito de fazer xixi em meia posição. Tinha que sentar mesmo. Forrava a volta toda com tiras e tiras de papel higiênico e zás! Há pouco vi um filme em que a mocinha fazia o mesmo. Por aqui, em minha cidade, costuma ter faxineiras constantemente limpando os banheiros e não há quase problema. Estranhei foi no aeroporto em Natal. As faxineiras nem aí e ainda xingando as pessoas por empilharem o papel sobre as lixeiras inox. Um horror. Na Europa não deparei com nada tão horrível, a não ser uma porta que não fechava numa danceteria em Paris. Xixi já não sai na posição desconfortável e ainda com o temor de alguém empurrar a porta... Eca! Em Santiago do Chile, ainda passei o perrengue de uma porta sem trinco e que abria pra fora. Tudo isso só pra dizer que existem coisas ainda mais terrificantes ao fazer xixi do que sentar ou não sentar.

    ResponderExcluir
  19. Vanessa, quando a mulher esta nessa posicao o xixi realmente escorre pelas coxas ou foi tipo apenas uma forma de dramatizacao? E isso acontece frequentemente ou de vez em quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acontece de verdade, e com frequência,

      Excluir